Página Inicial

Akita Inu
Basset Azul da Gasconha
Basset Hound
Beagle
Beagle Harrier
Bobtail
Boiadeiro de Berna
Border Collie
Borzoi
Boxer
Braco Alemão
Braco Francês
Bull Terrier
Bulldog Francês
Bulldog Inglês
Bullmastiff
Cairn Terrier
Cane Corso
Caniche
Cão de Montanha dos Pirenéus
Cão d’Água Espanhol
Cão lobo Checoslovaco
Cavalier King Charles Spaniel
Chihuahua
Chow Chow
Cocker Spaniel Americano
Cocker Spaniel Inglês
Dálmata
Dobermann
Dogo Argentino
Dogo de Bordéus
Dogue Alemão
Dogue Canário
Fox Terrier
Galgo Afegão
Galgo Espanhol
Galgo Polaco
Golden Retriever
Husky Siberiano
Komondor
Labrador Retriever
Laufhund
Lébrel Irlandês
Malamute-do-Alasca
Maltês
Mastiff
Mastim dos Pirenéus
Mastim Espanhol
Mastim Napolitano
Norfolk Terrier
Norwich Terrier
Papillon
Pastor Alemão
Pastor Australiano
Pastor Belga
Pastor Branco Suíço
Pastor Catalão
Pastor de Beauce
Pastor de Brie
Pastor dos Pirenéus
Pequeno Azul da Gasconha
Pequeno Basset Griffon
Pequeno Brabançon
Pequeno Cão Leão
Pequeno Cão Russo
Pequinês
Perdigueiro de Burgos
Perdigueiro português
Pinscher Miniatura
Pit Bull
Podengo Canário
Podengo Ibicenco
Pointer Inglês
Pug
Rafeiro do Alentejo
Rottweiler
Rough Collie
Samoiedo
São Bernardo
Schnauzer Gigante
Schnauzer Miniature
Schnauzer Standard
Setter Gordon
Setter Inglês
Setter Irlandês
Shar Pei
Shih-Tzu
Smooth Collie
Spaniel Bretão
Spaniel Francês
Spaniel Japonês
Spitz
Springer Spaniel de Gales
Springer Spaniel Inglês
Teckel
Terra-nova
Terrier Escocês
Weimaraner
West Highland White Terrier
Whippet
Yorkshire Terrier

Pequinês

RAÇA PEQUINÊS Cães Pequinês
Origem: Inglaterra
Aptidões particulares: Cão de caça
Esperança de vida:13 anos
Tamanho do macho: 35 - 40 cm. aprox.
Peso do macho: 7 - 9 kg aprox.
Tamanho da fêmea: 33 – 35 cm. aprox.
Peso da fêmea: 6 - 7 kg aprox.
Padrão FCI: Número 169 - Grupo 3

Origem e história da raça

Consagrado à companhia e ao ornamento, o Pequinês é inseparável da alta aristocracia Chinesa, para a qual foi criada um objecto precioso, quase sagrado. Não era raro ver a sua presença ao lado de imperadores e de entorno mais perto. A sua selecção alcança o seu pico debaixo do mandato da imperatriz Tseu-Hi (1835 – 1908). Foi introduzido em Inglaterra até ao ano de 1860. Depois da queda da monarquia, a criação desta raça cessa praticamente na China, mas adquire um maior auge na Europa. O Pequinês foi introduzido no resto da Europe depois da Segunda Guerra Mundial.

Temperamento e carácter

Cheio de elegância e segurança, o Pequinês é um cão tranquilo, apesar de nada o altera. Deve ser educado com muito tacto, respeitando a sua dignidade, já que é um cão sensível. Terno e muito intuitivo, está muito chegado aos seus donos, apesar de às vezes requererá momentos de independência e de solidão. Tudo o que tem ligado com os seus donos, o tem de reservado com os desconhecidos. É tranquilo com os seus congéneres.

Cão Pequinês

Características físicas

A minuciosa estética Chinesa o modelou como uma autêntica obra de arte. A sua cara apresenta um nariz muito curto, um crânio amplo, grandes olhos escuros redondos e, em geral, um conjunto formado por uma fisionomia assombrosa. Pequeno e compacto, de membros curtos e passo ondulante, possui um pêlo comprido e abundante, onde se estão admitidos todas as cores. A sua pelagem requer de muitos cuidados. Deve ser escovada quase todos os dias.