Página Inicial

Akita Inu
Basset Azul da Gasconha
Basset Hound
Beagle
Beagle Harrier
Bobtail
Boiadeiro de Berna
Border Collie
Borzoi
Boxer
Braco Alemão
Braco Francês
Bull Terrier
Bulldog Francês
Bulldog Inglês
Bullmastiff
Cairn Terrier
Cane Corso
Caniche
Cão de Montanha dos Pirenéus
Cão d’Água Espanhol
Cão lobo Checoslovaco
Cavalier King Charles Spaniel
Chihuahua
Chow Chow
Cocker Spaniel Americano
Cocker Spaniel Inglês
Dálmata
Dobermann
Dogo Argentino
Dogo de Bordéus
Dogue Alemão
Dogue Canário
Fox Terrier
Galgo Afegão
Galgo Espanhol
Galgo Polaco
Golden Retriever
Husky Siberiano
Komondor
Labrador Retriever
Laufhund
Lébrel Irlandês
Malamute-do-Alasca
Maltês
Mastiff
Mastim dos Pirenéus
Mastim Espanhol
Mastim Napolitano
Norfolk Terrier
Norwich Terrier
Papillon
Pastor Alemão
Pastor Australiano
Pastor Belga
Pastor Branco Suíço
Pastor Catalão
Pastor de Beauce
Pastor de Brie
Pastor dos Pirenéus
Pequeno Azul da Gasconha
Pequeno Basset Griffon
Pequeno Brabançon
Pequeno Cão Leão
Pequeno Cão Russo
Pequinês
Perdigueiro de Burgos
Perdigueiro português
Pinscher Miniatura
Pit Bull
Podengo Canário
Podengo Ibicenco
Pointer Inglês
Pug
Rafeiro do Alentejo
Rottweiler
Rough Collie
Samoiedo
São Bernardo
Schnauzer Gigante
Schnauzer Miniature
Schnauzer Standard
Setter Gordon
Setter Inglês
Setter Irlandês
Shar Pei
Shih-Tzu
Smooth Collie
Spaniel Bretão
Spaniel Francês
Spaniel Japonês
Spitz
Springer Spaniel de Gales
Springer Spaniel Inglês
Teckel
Terra-nova
Terrier Escocês
Weimaraner
West Highland White Terrier
Whippet
Yorkshire Terrier

Terrier Escocês

RAÇA TERRIER ESCOCÊS Cães Terrier Escocês
Origem: Escócia
Aptidões particulares: Cão de companhia, de caça
Esperança de vida: 12 anos
Tamanho do macho: 25 - 28 cm. aprox.
Peso do macho: 8,5 - 11 kg aprox.
Tamanho da fêmea: 25 - 28 cm. aprox.
Peso da fêmea: 7,5 - 9,5 kg aprox.
Padrão FCI: Número 73 - Grupo 3

Origem e história da raça

As origens do Terrier Escocês não estão de todos demonstrados. O que se sabe é que à vários séculos em Western Highlands existia uma raça de pequenos Terriers de pêlo duro, treinando principalmente para o trabalho. Nesses tempos, Escócia era ainda um país selvagem e pouco acessível aos viajantes. Em consequência, os Terriers utilizados para o trabalho podiam ter tipos muito diferentes segundo as localidades e a personalidade do gado.

A primeira exposição canina onde encontramos um exemplar com estas características é no ano de 1859. Mas não foi até mais uns 20 anos depois que se criou o tipo “Terrier Escocês de pêlo duro. Mais ou menos na mesma época foi relatado o primeiro standard, datado em 1879. Nele, as características principais da raça são as mesmas que actualmente. Em 1883, se cria o “Scottish Terrier Club” da Grã-Bretanha, seguido em 1888 pelo “Scottish Terrier Club” da Escócia.

Estes Terriers são “cães escavadores”, característica principal também dos outros Terriers. De resto o nome de Terrier deriva da mesma raiz que “terre”: Terra. Os Terriers foram criados originalmente para procurar texugos nas montanhas da Escócia.

Temperamento e carácter

O Terrier Escocês possui um ar distante, de pouco interessado, que faz com que muitos não se interessem por esta raça. E se a isso se adicionar um pouco de esforço que faz o cão para seduzir e a cair bem aos estranhos (já que lhes interessam pouco todos os que não são seus donos). Mas na realidade o cão é exactamente o contrário: são cães muito alegres, festivos, capazes de fazer rir com os seus gestos e movimentos e com uma personalidade forte. São cães surpreendentemente maduros.

Não é um cão que faz muitas “avarias” mas não é não é um cão chato: desfruta da companhia dos seus mais chegados e é muito divertido para brincar com as crianças. Podemos considerá-lo teimoso mas, na realidade, obedece quando for preciso. Não é um cão totalmente submisso, mas conhece perfeitamente os limites que não se podem passar. Para fazê-lo obedecer, podemos usar as suas fraquezas, em particular a sua glutonaria. Por certo, muita atenção com ela, já que é um cão com tendência a engordar. Há que cuidar da sua alimentação, porque não é um cão muito desportista. Cansa-se com facilidade.

Cão Terrier Escocês Raças de cães Terrier Escocês

Características físicas

Uma das principais características do Terrier Escocês é o seu aspecto, muito particular, que os fazem parecer-se com um velho coronel Inglês. É uma raça de um tamanho pequeno, mas são cães fortes e resistentes. Esta raça possui um corpo bastante musculado, o que os converte em cães extremamente pesados para o pequeno tamanho que têm.

Outro dos seus traços mais característicos é o comprimento do seu focinho, comparando-o com o tamanho do seu rosto. Este traço lhe dá uma mandíbula poderosa. A sua cabeça também é longa, apesar desta, ao contrário do focinho, é proporcional ao tamanho do corpo. O nariz é longo e o focinho forte e profundo em toda a sua extensão.

Apresenta uns olhos amendoados de tamanho médio e de cor castanho-escuro, bastante separados entre si. Estes mostram uma vasta inteligência. As suas orelhas, também de tamanho médio, possuem uma textura fina e são pontiagudas e rectas. A sua cauda é grossa na base e pouco a pouco se vai estreitando até chegar à ponta. A leva na vertical ou com uma ligeira inclinação.